C   redit
Era uma questão de te olhar e saber que nenhum sonho bom seria melhor do que você.
Camila Costa
Acho que nunca te contei sobre os meus medos. Mas eu os sinto, como se caminhassem lentamente em minha direção. É como estar em um sonho perfeito, sentindo que um terremoto pode acontecer. Acho que nunca te disse que as vezes sinto medo quando o assunto é nós. Sim, eu tenho lá meus receios. Tenho medo que apareça alguém mais interessante pra você, por mais que isso seja fora de mão, eu sinto medo que você se apaixone por mais alguém. Acho que nunca te contei também, que eu sinto medo de me apaixonar, mesmo que isso seja praticamente impossível, não quero pensar em mais ninguém que não seja você. Acho que nunca parei pra te falar que eu sinto medo dessa distancia, por mais que isso seja só mais detalhe, eu tenho medo que ela nos afaste além dos quilômetros. Tenho medo sim, mesmo que eu sempre te diga com clareza tudo o que sinto por você, sempre haverá um medo no meio de tanta certeza. Tenho medo te perder, e nenhuma palavra contraditória conseguiria me fazer pensar diferente. Isso não me abala, mas me faz pensar. Você foi a minha maior solução até hoje, mas medo eu sentirei, até o dia que te encontrar.
— Sean Wilhelm.   
Mas e daí? Fica.
Gabito Nunes.
Sinto falta de você, como sempre pra variar. Mas quer saber? Hoje, nessa noite está sendo humildemente, especialmente difícil para mim porque o silêncio da noite está cantando e a canção é a do nosso amor. Se passaram quatro semanas e foi preciso de apenas quatro dias para eu me apaixonar. Sabe… aconteceu. Quase posso te sentir ao meu lado, assim como o silêncio da noite que me faz pensar em você. Meu amor, veja bem, há vários tipos de ventos. Existem alguns que sopram quando não estamos a sua espera. Ás vezes, sopram com uma força inevitável e impossível de controlar. Outras, mal tocam o nosso corpo. O nosso amor é o vento que eu não previ, o vento que soprou com mais força do que nunca imaginei ser possível. Alguns infinitos são maiores que os outros. Espero que o nosso infinito não tenha uma hora certa para parar.
— Com amor, Bella.

melhor-que-bacon: Olha pra mim, você já sabe, oque eu sinto não é mais um segredo, eu sempre quis alguém assim, Pra me amar e cuidar de mim, Eu prometo, vou te retribuir, tudo aquilo que tem feito por mim, Ah, eu prometo te fazer mais feliz, E ser tudo que você sempre quis!

Eu te amo, muito.

Sinto falta de você, como sempre pra variar. Mas quer saber? Hoje, nessa noite está sendo humildemente, especialmente difícil para mim porque o silêncio da noite está cantando e a canção é a do nosso amor. Se passaram quatro semanas e foi preciso de apenas quatro dias para eu me apaixonar. Sabe… aconteceu. Quase posso te sentir ao meu lado, assim como o silêncio da noite que me faz pensar em você. Meu amor, veja bem, há vários tipos de ventos. Existem alguns que sopram quando não estamos a sua espera. Ás vezes, sopram com uma força inevitável e impossível de controlar. Outras, mal tocam o nosso corpo. O nosso amor é o vento que eu não previ, o vento que soprou com mais força do que nunca imaginei ser possível. Alguns infinitos são maiores que os outros. Espero que o nosso infinito não tenha uma hora certa para parar.
— Com amor, Bella.
ENTÃO VEM, QUE EU QUERO AMAR VOCÊ.